JARDINS PELO MUNDO: RYOAN-JI ZEN – Quioto, Japão





Para criar um jardim japonês, podemos nos inspirar em locais de importância histórica ou religiosa, como o templo zen budista de Ryōan-ji (O Templo do Dragão à Paz), localizado em QuiotoJapão


O jardim do Ryōan-ji é considerado um dos exemplos mais finos de kare-sansui ("paisagem seca"), um tipo redefinido de design de jardim de templo zen japonês geralmente demonstrando grandes formações de pedras arranjadas entre pedras lisas (pequenas, rochas de rio cuidadosamente selecionadas e polidas) juntas em padrões lineares que facilitam a meditação. O templo e seus jardins são listados como um dos Monumentos Históricos da Antiga Quioto e como um patrimônio mundial da UNESCO.

O jardim é um retângulo de 248 metros quadrados, com uma área de 25 metros por 10 metros. Estão colocadas nele quinze pedras de diferentes tamanhos, cuidadosamente compostas em cinco grupos; um grupo de cinco pedras, dois grupos de três e dois grupos de duas pedras. As pedras são cercadas por cascalho branco, que é cuidadosamente limpada a cada dia pelos monges. A única vegetação no jardim é um pouco de musgo ao redor das pedras.
O jardim seria feito para ser visto de uma posição sentada na varanda do hōjō, a residência do abade do monastério.

Muitas teorias diferentes foram propostas sobre o que o jardim representaria: ilhas em um riacho, bebês tigres nadando, picos de montanhas surgindo acima das nuvens, e a teoria sobre o equilíbrio dos números ímpares, expressos na geometria...

 O historiador Gunter Nitschke considera que "o jardim do Ryoan-ji  não  tem o valor de reproduzir uma beleza natural que alguém poderia descobrir no mundo real ou mítico. E sim que seja uma composição abstrata de objetos "naturais" no espaço, uma composição cuja função é incitar a meditação".





O tsukubai do Ryōan-ji. 

Devido à baixa altura da bacia, o usuário deve se curvar para usá-lo, em um sinal de reverência e humildade. O kanji escrito na superfície da bacia de pedra, se traduz como "Eu só sei o suficiente"  ou, mais poeticamente, como "Eu só sei a satisfação". Com a intenção de reforçar os ensinamentos budistas sobre a humildade e a abundância na alma das pessoas, o significado é simples e claro: "você já tem tudo o que você precisa".

Ao mesmo tempo, o posicionamento do tsukubai, mais baixo que a varanda na qual se pode ficar para visualizá-lo, compele as pessoas a se curvarem respeitosamente (enquanto ouvem o gotejar interminável da água no tubo de bambu) para apreciar completamente sua profunda significância filosófica.

tsukubai também incorpora uma forma sutil de ensinamento zen usando a justaposição irônica: enquanto a forma mimetiza uma antiga moeda chinesa, o sentimento é o oposto do materialismo. 

DICA : COMPOR UM JARDIM "KARE-SANSUI".

Para criar um ambiente zen do tipo kare-sansui (paisagem seca) , presente no templo de Ryoan-ji, recomendamos :

  • o uso de pedras ou cascalhos brancos, 
  • pedras espalhadas,
  •  poucas plantas, musgos e plantas baixas próximo às pedras, 
  • lanternas do tipo Shimen Nodumi ou Misake Nodumi (por possuírem o aspecto rustico e natural, harmonizando com as rochas)
Segue o exemplo de um jardim em Uberlandia/MG.

Jardim Japonês  com pedras brancas e lanterna Misake Nomumi, criam o aspecto do estilo de uma paisagem seca



Fontes:
Wikipédia : https://pt.wikipedia.org/wiki/Ry%C5%8Dan-ji

L
anterna de Pedra: http://www.lanternadepedra.com.br/index.php?page=home


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...