O USO DOS PEDRISCOS EM UM JARDIM JAPONÊS

O uso dos pedriscos remota aos precintos sagrados dos santuários shintoístas e mais tarde em cerimônias realizadas no pátio dos palácios. 

















Têm composição granítica e suas cores variam entre o branco e o cinza, com 2mm de diâmetro em média.








Inicialmente, eram usados como proteção da pisada contra o barro e mais tarde seu significado foi sofisticado pelos monges Zen, e passou a representar a água e seu movimento. 

















O desenho em filetes paralelos é feito por um rodo de madeira dentado na medida desejada entra as linhas, e faz parte da meditação nos templos, um momento de capricho estético e paz espiritual.











Deve-se evitar o uso de pedriscos em áreas muito abertas ao vento. Um desenho de ondas no pedrisco dura duas semanas em condições normais, sem chuvas fortes ou ventania. 

Veja alguns exemplos enviados por nossos clientes:


Lanterna de Pedra modelo Misaki Nodumi.

Foto do jardim de Noemi Onoda, em Recife.


Elvio Hispagnol em  Santana de Parnaíba






























































Encontre silêncio e  paz em um jardim japonês.

Conheça mais dicas para Jardim Japonês no Lanterna de Pedra


Referência Bibliográfica:
Kaloustian, Sarkis Sergio. Jardim Japonês: a magia dos jardins de Kyoto. 1
Referencia Bibliografica:Kaloustian, Sarkis Sergio. Jardim Japonês: a magia dos jardins de Kyoto. 1ª edição. São Paulo - SP : Editora K, 2010.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...